Quem parte leva saudades… 28 anos de presença religiosa OA em Campinas!

quem parteO dia 25 de maio 2016, foi uma data marcante para todas nós Oblatas da Assunção da Região Brasil/Paraguai, pois marca nossa partida, após 28 anos de presença religiosa, na paróquia São Judas Tadeu, Campinas/SP.
Nossa aventura em Campinas começou no dia 20 de fevereiro de 1988, com a chegada das primeiras Oblatas, Ir. Ângela Van de Laar, Ir. Luisa Drago e as noviças Francisca Reis e Silvia Maria Souza (hoje leigas), com o objetivo de ser comunidade do noviciado, inserido no meio popular e mais próximo dos locais de formação. Trechos desta aventura se encontra no diário da comunidade, escrito por Ir. Ângela:

“À noite do dia 20 de fevereiro, por volta das 19:00 hs, um caminhão veio para carregar os móveis que serão levados obpara Campinas. Às 21:00 hs tudo estava pronto e o caminhão foi no depósito durante a noite. Para as quatro: Ir. Luisa Drago, Ir. Ângela van de Laar, com as noviças, Francisca Reis e Silvia Maria Souza, foi a última noite em Andradas. Depois do almoço no dia 21, aconteceu a despedida das irmãs, que foram de Kombi para a nova residência em Campinas/SP. Saímos mais ou menos às 13:00 hs de Andradas, chegamos por volta das 15:00 hs na nova casa. Depois de uma hora, tudo foi descarregado. Começamos por arrumar as coisas, primeiramente nossas camas, pois precisaríamos para dormir. Às 18:30hs lanchamos, com o prato no colo, porque nós não tínhamos os móveis. Nós tivemos muita sorte, porque a TV funcionou sem a antena. Após as notícias, jogamos nossa primeira canastra na nova casa e logo depois fomos dormir. A primeira noite foi muito tranquila”. (Ir. Ângela van de Laar- Diário da comunidade, Fev. 1988).

unidAo longo destes anos a comunidade Marie Correnson sempre esteve aberta para acolher as etapas de formação, seja do aspirantado, postulantado, noviciado e juniorato, sendo que em 1991, o noviciado tornou-se Latino Americano, passando a acolher jovens do Chile, que vinham fazer o noviciado no Brasil e mais tarde a partir de 2008, também jovens em formação do Paraguai… A comunidade sempre teve um rosto intercultural, pois acolheu diversas nacionalidades: brasileira, chilena, paraguaia, congolesa, italiana, francesa…, rosto este própriosf das Oblatas da Assunção.

Como “Filhas da Igreja”, procuramos ser presença religiosa, fazendo nossa a Palavra do Senhor: “Pai, que venha Teu Reino”, colaborando principalmente nas comunidades Divino Espírito Santo (Jd, São Fernando) e Sagrada Família (Jd. Paranapanema) através das diversas pastorais e no serviço aos mais pobres, sempre preocupadas com o crescimento do homem e da mulher no Espírito do dEvangelho.

A comunidade passou por momentos difíceis, porém cada uma que passou pela comunidade foi marcada, pela presença dos leigos na vida da comunidade… Desde a chegada até o fim a presença de amizade e colaboração na formação das Oblatas foi algo muito significante que levamos cravados no nosso coração. É dai também que nasceu o maior grupo do OPA e leigos missionários da Fraternidade d’Alzon.

As Oblatas são mulheres inquietas, que estão sempre em busca de responder aos apelos de Deus e da Igreja. Após um tempo profundo de discernimento, em 2015 o noviciado foi transferido para o Paraguai e foi2 tomada a decisão de fecharmos provisoriamente esta comunidade para reforçarmos outras missões, principalmente no norte, com perspectiva de nos próximos anos avançarmos para águas mais profundas, agora na América Central. A Ir. Felicienne foi enviada para a comunidade de Atyra/Paraguai, Ir. Arlette e Ir. Cristiane para a Missão de Manaus/AM.

A casa de Campinas neste momento já está alugada para uma família amiga da comunidade do Divino Espirito Santo, que perdeu tudo no trágico incêndio que aconteceu no último mês de Abril no bairro São judasFernando. Foi muito legal entregarmos as chaves da nossa comunidade para esta família que precisava de um local para reconstruir suas vidas. Que Deus os abençoe e que eles possam ser felizes debaixo deste teto, assim como nós Oblatas fomos durante os anos que passamos em campinas. Depositamos nas mãos e no coração de Deus o futuro… se iremos reabrir um dia novamente esta missão, somente Ele sabe. Se for da vontade Dele iremos fazer comaa1 muita alegria!

Em nome de todas as Oblatas, antes de agradecer, peço perdão a Deus e a todo o povo, pelas nossas incoerências e por não fazer crescer o Reino de Deus em nós e em torno de nós, como Ele esperava. Perdoem-nos se causamos dor e sofrimento a todos que estavam perto nós ao longo destes anos…

Permaneçamos unid@s pedindo ao Dono da Messe que envie hotoperários/as a sua messe. Sem citar nomes… Agradecemos a cada
Oblata
que contribuiu com esta missão, com determinação, ousadia, coragem…; a todas as jovens que passaram pela comunidade e que não prosseguiram como Oblatas da Assunção e hoje estão
inseridas na Igreja, como mães, esposas, leigas engajadas… continuem levando aonde vocês estão a herança recebida do carisma das Oblatas; Obrigada aos Padre Assuncionistas pela acolhida na Paróquia São Judas Tadeu e a todos aos benfeitores e colaboradores na formação das Oblatas; Obrigada a todos os leigos e leigas, pela dsc_0625amizade, apoio, colaboração…, pelo espírito de família que sempre esteve presente e nos sustentaram durante este anos. Queremos dar Graças principalmente a Deus por Ele ter permitido vivermos tantas Imagem1experiências bonitas junto com o povo campineiro, da
paróquia São Judas Tadeu e principalmente das comunidades Sagrada Família e Divino Espirito Santo. Agradecemos também aos leigos e leigas de Hortolândia, que mesmo sem a nossa presença por lá, sempre marcaram presença no OPA  e sempre nos apoiaram.

Assim como o profeta Isaías, sentimo-nos nas mãos de Deus e para marcar nossa total disponibilidade de Oblatas, dizemos: “Eis-me aqui, envia-me”! ( Ir. Fátima-OA/Andradas)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Quem parte leva saudades… 28 anos de presença religiosa OA em Campinas!

  1. Dizer adeus a irmã Maria não me alegrou pois senti dentro do meu coração como se estivesse perdendo mamãe,ela foi em minha vida uma pessoa de paz solicitude e prontidão.Sempre pronta para falar do amor de Deus e de Maria nossa mãe.DESCANSE EM PAZ IRMÃ MARIA.

  2. DEPOIS DE MUITOS ANOS, SEM NOTICIAS DE VOCÊS RESOLVI PROCURAR NAS REDES SOCIAIS PARA TENTAR TER NOVOS CONTATOS, E EIS A SURPRESA… ENCONTREI….QUE MARAVILHA!!! VIVI COM VOCÊS LINDA EXPERIÊNCIA VOCACIONAL EM SANTA FÉ DO SUL E ANDRADAS,E EM CAMPINAS ALGUNS ENCONTROS VOCACIONAIS .TIVE A ALEGRIA DE CONHECER AS IRMÃS ANGELA, VIRGINIA(MINHA AMADA VIRGINIA), ALBERTINA, MARIA ENTRE OUTRAS.QUE TEMPO BOM,E ABENÇOADO PARA MIM E MINHA CAMINHADA DE IGREJA.FIQUEI TRISTE EM SABER QUE CAMPINAS FECHOU,MAS OS PLANOS DE DEUS NÃO CONHECEMOS ELE FAZ O QUE QUER E COMO QUER E COMO RELIGIOSAS É DEVER OBEDECER AS ORDENS DE DEUS.AMO TODAS VOCÊS.
    UM FORTE E FRATERNO ABRAÇO DE JOSEFA E FAMÍLIA.

  3. verdadeiramente este povo da paroquia s. judas tem uma marca muito especial em nossas vidas de Oblatas, com eles a predemos o que e ser solidarias, escutar Deus falar com a realidade, ser Irmas e Irmãos como pede Jesus. rezo pelas vocações para que um dia retornamos a esta Igreja que amo tanto desde o Paraguay abraços a todos.
    Ir Maria Aparecida.

  4. Irmas Oblatas queridas, unidas e rezando por vocês nestes momentos de despedida!!
    Bonito ver esta disponibilidade, coração aberto para servir ao Reino onde o Mestre, Senhor da Vida irá sempre nos indicar.!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s