PE. José JANSEN… um Brasileiro por opção!

anigifEu, Ir. Fátima Carvalho, missionária Oblata da Assunção, sou filha de Auriflama e da diocese de Jales. Partilho com vocês um pouco da história e da vida de um grande missionário, um irmão que aprendi a amar, a  admirar e se fossemos escrever o que este homem fez pelo povo por onde ele passou, não caberia em um livro.  Desde pequena ouvia pela rádio o programa na Rádio Assunção de Jales, feito por ele. Somente não sabia que iria pertencer a mesma família religiosa, pois somos filhas e filhos do mesmo fundador, Pe. Emanuel d’Alzon,  que fundou os Padres Assuncionistas e as Irmãs Oblatas da Assunção.

Eu, nós Irmãs Oblatas da Assunção, nossos parentes, principalmente aqueles que moramj2 na Diocese de Jales e Amigos de vários cantos deste imenso Brasil, não poderíamos deixar de falar deste grande missionário Assuncionista. Ele é Holandês de origem, mas Brasileiro por opção.  Um homem simples, um homem de Deus, um homem do povo,  … um santo homem, com um gigante coração de Pastor, um coração missionário…,  ele é o nosso Pe. José JANSEN! Conhecido na Assunção, conhecido em Campinas… e  principalmente  em toda a Diocese de Jales.

Ele chegou no Brasil em 1948, com 27 anos,  e foi direto para a comunidade Assuncionista em Fernandópolis. Logo ele notou que o povo da roça tinha que vir de longe e muitas vezes a pé, para ir a Igreja, para batizar as crianças, etc. Ele percebeu ???????????????????????????????que a Igreja estava distante do povo e sentiu que era a Igreja que teria que ir ao povo. A cavalo ou charrete, fazia peregrinações de vários dias pelas comunidades distantes, pernoitando nos locais.

Foi também recrutador, encarregado da obra das vocações em favor do seminário de São José do Rio Preto, de 1950 a 1958. Novamente nesta missão fazia??????????????????????????????? visitas a muitas escolas e famílias para conseguir ajuda financeira para o seminário, maneira simples e ideal de fazer pastoral.

Quando a Diocese de Jales foi criada em 15 de agosto 1960, padre José estava novamente em Fernandópolis, como vigário (1958 – 1962). Aproveitou neste período, para fazer um curso para missionários em Roma, por um ano. Parece que a finalidade do curso era para preveni-los contra o comunismo, mas o que Pe. José DSC09769captou, foi uma visão melhor da questão social e que o trabalho pastoral era mais do que apenas celebrar missa e fazer batizados.

Foi transferido para Jales em 1962. Ficou também encarregado da obra das vocações, mas logo percebeu que o povo era muito religioso,  rezava em casa, mas não tinham a oportunidade de participar de uma celebração dominical, porque havia uma grande falta de padres.  Para ele, a solução era bastante simples: organizar aos domingos grupos de oração, sob a direção de leigos (culto dominical), com uma missa uma vez em tantas semanas. Se não tinha uma escolinha rural para o  povo se reunir, se celebrava ao ar livre sem nenhum problema. Desta maneira, Pe.????????????????????? José Jansen conseguiu fundar mais de duzentas comunidades, que podem ser consideradas as precursoras e o
início das, mais tarde, conhecidas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Um trabalho de formação de dirigentes destas pequenas comunidades foi abraçada por vários outros padres assuncionistas em toda a diocese, organizando-se uma rede de trabalho pastoral e social que se espalhou como uma mancha de óleo.

Mas a sensibilidade do Pe. José Jansen em relação à religiosidade popular brasileira, marcou para sempre o chão da Diocese de Jales, marcou para ??????????????????????????????????sempre o coração daqueles que gostam das Folias de Reis. Com o apoio e o
incentivo do Pe. José, que acompanhava  de uma comunidade a outra as Folias de Reis, floresceu a religiosidade popular na região, através desta festa tão conhecida pelo povo brasileiro. Ele apaixonou-se tanto pelo Brasil e pelo povo brasileiro que tomou uma decisão radical em 1975, tornou-se brasileiro, se naturalizando e sendo um de nós.

Durante muitos anos, em Fernandópolis, em Jales…, Pe. José Jansen trabalhou incansavelmente na construção da Igreja de Cristo e do Reino de Deus,fotos fátima 040 colaborando nas pastorais, apoiando e incentivando  os jovens para atividades teatrais, formando dirigentes, evangelizando através da Rádio Assunção, participando ativamente na defesa dos trabalhadores, organizando sindicatos e cooperativas, organizando a Comissão da Pastoral da Terra (CPT),  apoiando e participando das Folias de Reis… Enfim, um grande pastor, ele soube sentir o cheiro das suas ovelhas!

Em 1987, os padres assuncionistas deixam a diocese de Jales e Pe. José Jansen, um dos primeiros a chegar, foi o último assuncionista  a partir da
DSC09665diocese.
Foi então morar para a paróquia São Judas Tadeu, em Campinas, animada pelos padres assuncionistas. Além de ajudar na organização pastoral, Pe. José apoiou o Movimento dos Sem Terra e a luta pela terra na diocese de Campinas. Para ele este trabalho foi à expressão mais bonita do seu sacerdócio.

De 1996 a 2002,  foi enviado para a comunidade assuncionista em Holambra, retornando para Campinas, na qual ficou até 2006.  Já mais fragilizado devido à idade, no início de 2007 foi residir em Espírito Santo do Pinhal, uma comunidade para os idosos, onde permanece até hoje.

Pe. José Jansen, aos 93 anos, continua esbanjando o seu sorriso e a sua alegria,IMG_3025 porém o Alzheimer o impede de  continuar sendo o guerreiro que sempre foi. Devido a Doença que avança e precisando de cuidados mais especializados,   uma decisão difícil foi tomada, Pe. José Jansen, o brasileiro por opção, deixará o Brasil no dia 03 de
dezembro e retornará a sua pátria natal, a Holanda.

Obrigada Padre José Jansen! Você partirá da terra querida, mas o teu lugar no coração dos brasileiros que tiveram a chance de te conhecer estará para sempre. Vá com Deus! Obrigada pelo exemplo do SER MISSIONÁRIO e por nos ensinar este jeito novo de ser Igreja. (Ir. Fátima Carvalho-OA- Campinas/SP – Fonte- Informações retiradas do livro: Os Assuncionistas no Brasil 1935 – 2007. SCHEFFERS, Kees. Eindhoven/Holanda, 2007.)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

3 pensamentos sobre “PE. José JANSEN… um Brasileiro por opção!

  1. Muito bonito e profundos os artigos de Pe. Pedro e Jansen, parabéns Ir. Fátima por esta dedicação. Posso dizer com o coração que este dois missionários vão fazer muita falta para todos aqueles e aquelas que conviveram de perto ou de longe com eles, exemplo de bondade e muita fé. Que Deus possa dar a cada um deles as graças que necessitam nesta nova etapa da vida dos dois.

    • Pe. Jose aprendemos muito com o senhor, nas simples capelinhas do Maracana e Arari quando ia celebrar de charete com Sol ou com Chuva. Es mais Brasileiro que eu, muito obrigado, nosso povo reconhece isto. Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s